Publicado em 24 de maio de 2019

Colocando a mão na massa: as crianças aprendem na prática sobre a gastronomia indígena

Nesta semana as crianças da Escola MOV realizaram uma atividade interdisciplinar. Pensando nas possibilidades de interação entre os componentes curriculares de língua portuguesa, matemática e história, os estudantes trabalharam a questão da alimentação indígena e os patrimônios imateriais. Eles utilizaram a resolução de problemas e cultura maker – uma extensão da cultura “Faça Você Mesmo”, que incentiva a produção prática e manual de projetos de forma autônoma por pessoas comuns.

Os professores, junto dos estudantes, arquitetaram e equiparam um ateliê com fogão e utensílios de cozinha e levaram alguns ingredientes como goma, sal, queijo, leite de coco, frutas, ovos, manteiga entre outros. Uma aula lúdica e interativa onde exploraram os conhecimentos adquiridos em cada disciplina.

Em história, as crianças aprenderam um pouco sobre a herança histórica indígena: seus costumes, rituais, hábitos e culinária; em língua portuguesa, elaboraram textos instrucionais para auxiliar na preparação da tapioca (comida típica dos índios); e em matemática colocaram em prática o que aprenderam com as quatro operações básicas em medidas e proporções, realizando anotações no decorrer do processo de preparo da comida ao mesmo tempo em que era abordado a questão da segurança alimentar.

A atividade foi realizada em três etapas;

  • Elaboração de um primeiro modelo instrucional (hipótese) da receita de tapioca:
  • Teste da receita:
  • Elaboração do modelo final.

Além dos textos instrucionais e das tapiocas, eles produzirão um vídeo sobre alimentação indígena e patrimônio imaterial.

>>> ERROR: Contact the Administrator to see this content <<<